Periquitos Australianos

O que achou deste artigo?
Bom
Regular
Ruim

Periquitos Australianos
Foi o inglês Jonh Gould, um naturalista, o responsável pela popularização dos periquitos australianos. Em meados dos anos 1840, ele levou alguns exemplares da Austrália para a Inglaterra, onde publicou um livro sobre esse tipo de pássaro. Em seguida, alguns casais da raça foram levados para a América do Sul e do Norte, fazendo com que os periquitos australianos se tornassem, aos poucos, uma das principais aves domésticas no mundo.

Características físicas 
A plumagem natural da maioria do corpo desse tipo de periquito é de tons esverdeados, enquanto suas costas e parte superior das asas são pretas, com marcas amarelas. A principal diferença entre os machos e fêmeas está na carúncula nasal, parte superior do bico do animal. Nas fêmeas, ela apresenta tons castanhos, rosa e mesmo cinza. Já nos machos, ela é azul. No, entanto, nos periquitos albinos a carúncula em ambos é rosada.

periquitos.jpgVia Flickr

Criação e personalidade 
Os periquitos são aves sociáveis. Por isso, não é indicado ter apenas um exemplar. O recomendável é ter sempre um casal.

Além disso, eles necessitam de espaço. Assim, um viveiro onde ele possa voar com tranquilidade, sem deixá-lo estressado, evitará sobrepeso e doenças consequentes. Por isso, gaiolas devem ser evitadas.

A alimentação pode ser à base de vários tipos de sementes, como alpistepainçoaveiacânhamolinhaça, girassol e outras. As verduras são imprescindíveis, assim como uma fonte de cálcio, que é encontrado em suplementos vitamínicos, além de fontes naturais como o osso de Siba, a farinha de ostra e cascas de ovos limpas, secas e moídas. A água deve ser trocada com frequência, mais de duas vezes por dia.

A partir de um ano de idade, os periquitos já estão sexualmente maduros. É importante, nos viveiros, que haja mais ninhos disponíveis do que casais, para evitar confrontos. As fêmeas botam, em média, cinco ovos. A incubação demora cerca de 20 dias. Após 10 dias de nascidos, os filhotes se alimentam sozinhos e devem ser separados dos pais para que se tornem independentes.

Conhecendo essas características dos periquitos australianos, é possível ter esses pássaros como aves de estimação, criando-os sempre com carinho e atenção especiais, do modo como eles precisam e merecem.

O que achou deste artigo?
Bom
Regular
Ruim

 

Links Patrocinados

© 2009 - 2018 Portal Tudo Animal Todos os direitos reservados

Página gerada em 0.12 s