Répteis como animal de estimação: iguanas

O que achou deste artigo?
Bom
Regular
Ruim

Apesar de parecer não convencional, as iguanas podem ser animais de estimação bastante expressivos e facilmente domesticáveis.

Pertencente à família dos répteis, a iguana faz parte da ordem Squamata, dividida em três subordens, denominadas OphidiaSauria e Amphisbaenians. A mais comum da espécie é a iguana verde, que é também a mais escolhida como animal de estimação.

No que diz respeito à estrutura física, estes animais possuem corpo firme, quatro patas bem desenvolvidas e cinco dedos com unhas fortes e resistentes. Se comparada a um lagarto, contudo, a iguana verde apresenta personalidade calma e de fácil convívio. Por isso, grande parte daqueles que querem ter um réptil como animal de estimação opta por esta raça

iguana.jpgFoto: Flickr

A escolha, no entanto, deve ser feita de forma cautelosa. As iguanas fêmeas, por exemplo, são as mais indicadas para domesticação, uma vez que os animais do sexo masculino tendem a ser mais agressivos em sua fase sexual madura, em função da disputa territorial.

Os cuidados em relação a seu comportamento devem ser contínuos, para que o animal não se torne agressivo e ataque seu dono ou outras pessoas que entrem em contato. É possível perceber que para se defender, a iguana utiliza seus dentes (pequenos, mas afiados), unhas e cauda. Por isso, quando ameaçada, ela balança sua cauda, demonstrando que se sente em perigo.

Para criá-la, é necessário ter um terrário grande especialmente adquirido para a sua moradia. Os terrários possuem portas de correr ou batentes que permitem uma aproximação lenta e fácil, sem estressar o animal, que se assusta facilmente. A peça escolhida deve facilitar a circulação do vento, sendo necessário controlar a taxa de umidade e a temperatura do local, que não estar sempre acima dos 25ºC.

Além disso, o terrário deve dispor de dois lados: um quente, de 32 a 35ºC e um mais fresco, de 26 a 28ºC. Durante a noite, a temperatura deve ser mais baixa (de 25 a 28ºC). É aconselhável utilizar um termostato para variar a temperatura de dia e de noite. Outro cuidado importante é que a iguana deve dispor de um prato amplo de água e deve ter um ou vários esconderijos dentro do terrário.

iguana2.jpgFoto: Flickr

Em relação à sua alimentação, é importante saber que a iguana é 95% vegetariana. Portanto, sua dieta deve ser balanceada, contendo duas vezes mais cálcio do que fósforo, pois, caso contrário, aumentam-se as chances do animal ficar doente.

Assim, para que a iguana se alimente adequadamente, é preciso que ela coma diariamente, de preferência durante a manhã. No cardápio, devem ser inclusos pequenos pedaços de alfafa (folhas e flores), dentes-de-leão, trevos, acelgas, rosas, nabo, aipo, agrião, pêra, papaia, laranja e, por fim, para variar os nutrientes, grilos.

O que achou deste artigo?
Bom
Regular
Ruim

 

Links Patrocinados

© 2009 - 2018 Portal Tudo Animal Todos os direitos reservados

Página gerada em 0.24 s